• Imobiliária Ativa

Suporte legal: conselhos para você vender um imóvel sem problemas!


Corretores e imobiliárias têm responsabilidades legais na compra e na venda de um imóvel e eles compreendem diversos aspectos inerentes ao negócio em questão. Portanto, fique atento!


Irregularidades com a papelada ou com processos legais podem gerar muitas dores de cabeça, como também podem travar uma negociação, impedindo você de vender um imóvel. Caso sejam negligenciadas, os prejuízos podem ser ainda maiores, gerando grandes perdas financeiras.


Diante dessa situação é essencial contar com um suporte legal para que a transação se desenvolva com segurança.


No entanto, essa não é uma questão que a maioria das pessoas consegue resolver sozinhas.

Mesmo porque, a venda de um imóvel envolve muitas particularidades, que vão muito além da mera apresentação de um interessado ao dono do imóvel.


Por isso, separamos algumas dicas para que você possa evitar problemas na hora de vender um imóvel, e ainda, consiga vendê-lo de forma rápida e vantajosa. Fique por dentro!


Riscos e dicas para você vender um imóvel com segurança


O corretor e a imobiliária têm um papel central no processo de compra e venda de um imóvel. E são eles que devem proporcionar toda segurança que você precisa nessa transação.

Portanto, saiba escolher o seu parceiro de negócios e fique atento as dicas que separamos pra você!


#1 Tome cuidado ao anunciar o seu imóvel


Ao colocar um imóvel à venda leve a sério a máxima de diz que a primeira impressão é a que fica.

Portanto, além das fotos que precisam ter uma boa qualidade, cuide também dos canais que você utiliza para divulgar o imóvel.

Assim como, tome cuidado com a sua exposição para evitar que seus dados pessoais sejam usados por pessoas má intencionadas.


#2 Investigue e levante os dados do comprador


A propósito, falando em pessoas má intencionadas, a investigação sobre o comprador é outra questão que deve estar no seu radar.

Portanto, pesquise para saber se os compradores não têm antecedentes criminais, problemas com inadimplência ou ainda se não existem ações ou outros processos contra eles.


#3 Defina o preço de venda da forma correta


Outra questão que costuma tirar o sono de quem decide vender um imóvel é a definição do preço de venda. Afinal, é um desejo comum que o bem seja vendido o mais rápido possível e com o melhor preço.

Para isso, é importante contar com uma boa assessoria. Sabendo disso algumas imobiliárias possuem setores especializados que elevam essa decisão aos mais altos critérios, oferecendo mais tranquilidade ao vendedor.


#4 Verifique a documentação


Observar a regularização da documentação do imóvel é importantíssimo para que a venda possa ser concluída.

Neste caso, a matrícula do imóvel é o primeiro documento que um comprador vai te exigir. Afinal, é ela que conta a história do imóvel, desde a sua criação.

Caso haja alguma inconformidade ela precisa ser resolvida. Assim como, outros gravames, que também devem ser solucionados, tais como: pendências relacionadas a penhora, divórcio em andamento, entre outros.


#5 Jamais assine um contrato sem ler


Nunca, em hipótese alguma, assine um contrato sem ler o documento com bastante atenção, sobretudo quando for vender um imóvel.

Tenha paciência e caso tenha dificuldades de interpretar os termos jurídicos busque o acompanhamento de um advogado especialista.


#6 Dê preferência para contratos de exclusividade


A concessão do direito de exclusividade ao vender um imóvel pode trazer inúmeros benefícios ao vendedor. Sobretudo com relação ao amparo legal, que além de ser assegurado, não apresenta custos extras que possam onerar o processo.

Outra grande vantagem está na garantia de segurança, que preza pela proteção econômica, financeira e jurídica do proprietário.

Como você pode ver, são diferenciais que certamente aceleram o processo de venda e refletem diretamente na qualidade da negociação e, por isso, devem ser levados em conta.


#7 Escolha uma imobiliária de confiança


De acordo com o Código Civil, tanto corretores quanto imobiliárias tem responsabilidades legais ao intermediarem a compra e a venda de um imóvel.

A eles cabe o dever de informar os riscos de um negócio e eventuais alterações de valores. Caso contrário, podem responder judicialmente pelos danos.

É por isso que, imobiliárias sérias possuem um departamento jurídico para assessorar os seus clientes nestas questões. Nesta tarefa, ajudam desde a confecção dos contratos à análise dos documentos, oferecendo maior segurança na transação.


Viu só, são muitos os detalhes que pedem a sua atenção na hora de vender um imóvel. Ainda assim, restou alguma dúvida? Deixe o seu comentário abaixo para que possamos continuar a nossa conversa!

42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo